Quase 1 milhão de pessoas não têm acesso à energia elétrica na Amazônia, diz Iema

Levantamento indica que grupo de índios, quilombolas e assentados tidos como excluídos elétricos equivalem a 3,5% da população da região

Um levantamento realizado pelo Instituto de Energia e Meio Ambiente (Iema) apontou que, pelo menos 212.791 moradores de assentamentos rurais, 78.388 indígenas, 59.106 habitantes de unidades de conservação, como reservas extrativistas e 2.555 quilombolas estão sem acesso à energia elétrica pública na Amazônia Legal. A organização chegou a estas estimativas por meio de uma metodologia…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também