ONS admite que temperatura mais alta afetou carga do SIN no inverno

Desde 02/03, operador utiliza conceito de carga global, que soma ao SIN gerações não centralizadas, mas comparações se perdem em relação a dados apurados até aquela data

Em avaliação de um comparativo da carga enviado no final de setembro pela reportagem da Brasil Energia, o ONS admitiu que as ondas de calor que se registraram ao longo do inverno que terminou também na semana passada influenciaram na elevação da carga do SIN. No último dia 25/09, publicamos na Revista Semanal uma reportagem…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também