O projeto da nova termelétrica

A CTE2 foi concebida para cogerar, nominalmente, 230 MWh/h de energia elétrica, 230 t/h de vapor de processo e 3.200 Nm³/h de ar comprimido, através do aproveitamento dos gases siderúrgicos de alto-forno, de coqueria e de aciaria, além de um pequeno excedente de alcatrão da unidade de carboquímicos. A nova planta vai proporcionar a geração…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também