MP da privatização da Eletrobras recebe 570 emendas de deputados e senadores

BNDES já foi autorizado a iniciar estudos de modelagem da venda para definir elaboração do edital, no entanto, privatização só irá acontecer após a MP ser aprovada no Congresso

A Medida Provisória que analisa a privatização da Eletrobras (MP 1031/21) recebeu 570 emendas de deputados e senadores. O prazo de apresentação se esgotou na última quinta-feira (25/02). Segundo o comunicado, a medida também foi alvo de dois requerimentos de devolução à Presidência da República por ausência dos requisitos constitucionais de urgência e relevância. Um…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também