Grupo Maringá investe R$ 70 milhões em cogeração 

Nova empresa do grupo opera com capacidade de produção inicial de 25 MWh a partir do bagaço da cana-de-açúcar para atender demanda própria e subestação da Copel

Com investimentos de R$ 70 milhões, o Grupo Maringá iniciou em junho as operações da Maringá Energia, empresa de cogeração de energia a partir do bagaço da cana-de-açúcar gerado na produção da usina Jacarezinho, braço sucroenergético do grupo. A iniciativa referenda a aposta do grupo no segmento de produção e comercialização de energia renovável no…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também