Notícias diárias e fatos da indústria de Energia e Gás downstream.

Radar » Grande Rio pode ter 400 MW em energia a partir do lixo

Eólica

Fundo dinamarquês de eólica offshore defende incentivos para a fonte no Brasil

Diogo Nóbrega, diretor da COP, que já tem 7,2 GW em licenciamento no Ibama, considera fundamental mínima oneração inicial e incentivos para país não perder janela de oportunidade

b


O maior fundo estruturador do mundo de projetos eólicos offshore, a dinamarquesa Copenhagen Offshore Partners (COP), já está por trás de quatro projetos em licenciamento no Ibama, com total de 7,2 GW, e tem muito interesse em expandir sua atuação global – que já soma mais de 3 GW em operação no mundo e 20…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Ou

Você pode ler nosso conteúdo exclusivo adquirindo pacotes de créditos para acessar matérias avulsas

COMPRE AQUI

Leia também
Abrir Whatsapp
Precisa de Ajuda?
Olá! posso te ajudar?