Faltou competitividade, diz governo sobre desempenho da solar em leilão

Houve ofertas consideradas agressivas, mas estratégia não foi competitiva o suficiente para vencer certame de sistemas isolados, concluem autoridades energéticas

Modalidades consideradas modernas para a geração de energia e tidas como uma saída mais sustentável para atendimento a sistemas isolados, as soluções híbridas compostas por painéis solares fotovoltaicos e armazenamento até deram as caras no leilão realizado nesta sexta-feira (30/04) e apresentaram lances considerados agressivos. No entanto, a estratégia adotada pode ter precisado de uma…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também