Esfera vê cenário crítico, mas sem racionamento no horizonte

Preços estão pressionados, especialmente em função da possibilidade de flexibilização de restrições hídricas, mas quadro é de atenção, especialmente se haverá continuidade do quadro hidrológico, avalia Braz Justi

A Esfera Energia considera precipitada a adoção eventual de um racionamento de energia como forma de combater a crise hídrica atual, uma das maiores da história do país. Apesar dos reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste apresentarem níveis semelhantes aos de 2001, ano do racionamento, a situação é diferente. Mas os riscos não devem ser desconsiderados, na avaliação…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também