EDP quer ter 20% de mulheres na liderança até 2022

Com primeira vice-presidente e 33% de participação feminina no conselho de administração, companhia está focada na agenda de diversidade e inclusão

O setor elétrico brasileiro vem passando por transformações, não apenas tecnológicas, mas também sociais. A participação feminina no segmento está se expandindo, com mais mulheres chegando a posições na alta gestão. Este é o cenário da EDP Brasil, que recentemente anunciou a primeira mulher a ocupar uma vice-presidência na companhia e elevou o número de…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também