EDP considera ter boa gestão hídrica diante da crise

Companhia está se empenhando para mitigar qualquer impacto adicional da crise em seus negócios e teve alta de 45,2% no lucro líquido no segundo trimestre

Com o agravamento da crise hídrica no Brasil, a EDP vem trabalhando para mitigar qualquer impacto adicional e considera estar sendo bem-sucedida nessa tarefa. A empresa controlou o risco hidrológico do segundo trimestre deste ano através das medidas de proteção do portfólio, como repactuação do GSF, operações de hedge e garantia física descontratada. Como resultado,…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também