Cpamp quer aumentar aversão ao risco em modelos computacionais

Com novos parâmetros, entre outras medidas sob consulta pública, espera-se menos despacho fora da ordem de mérito e impacto no PLD; modelos também incorporariam curva de referência para reservatórios

A Comissão Permanente para Análise de Metodologias e Programas Computacionais do Setor Elétrico (Cpamp) propôs a adoção de parâmetros mais conservadores de aversão ao risco nos modelos de cálculo de preços. A ferramenta chamada Valor Condicionado a um Dado Risco (CVaR) passaria a contar com dois fatores (alfa – α –e lambda – λ), ambos…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também