Contra crise hídrica, geração térmica acelera em junho

Produção que vinha sendo mantida entre 12 mil MW médios e 14 mil MW médios saltou a partir de 31/05, para a casa dos 17 mil MW médios, segundo dados do ONS

Os oito primeiros dias de junho mostraram uma aceleração constante da geração térmica convencional, durante os dias úteis, como parte do esforço iniciado após a reunião extraordinária do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) do último dia (27/05) para tratar da crise hídrica. O objetivo é evitar o colapso dos reservatórios do subsistema Sudeste/Centro-Oeste…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também