Começam a surgir detalhes do mercado de capacidade

Consumidores terão que firmar com CCEE um Contrato de Uso de Potência para Reserva de Capacidade e terão que pagar encargo específico, proporcional à demanda registrada na câmara

A criação de um mercado de capacidade, a partir do primeiro leilão da modalidade, previsto inicialmente para dezembro, começa a ter seus primeiros detalhes divulgados para o setor, que tenta entender melhor o funcionamento do mecanismo – uma das premissas da separação entre lastro e energia. Na semana passada, o governo editou o Decreto 10.707/2021,…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também