CMSE autoriza antecipação do despacho de térmicas a GNL

Durante reunião, órgão avaliou as condições de atendimento ao SIN e iniciativas para a transição para o período seco 2021

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) autorizou o ONS a programar o despacho de térmicas a gás natural liquefeito (GNL) com antecipação de dois meses, considerando o custo variável unitário (CVU) proveniente dos contratos assinados no ambiente regulado. A decisão visa reduzir o custo operacional total do setor elétrico e reforçar as outras…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também