CEB-D reduz DEC em 12% no primeiro mês após privatização

Distribuidora recorre à automação para diminuir duração de energia interrompida; empresa renegocia débitos de 6,2 mil clientes em março

A CEB-D reduziu em 12% a duração média de interrupção no fornecimento de energia a clientes (DEC), para 0,5 horas, em março, no primeiro mês de gestão privada, sob o guarda-chuva da Neoenergia. A melhoria, quando comparada com março de 2020, corresponde a um dos melhores índices da qualidade do fornecimento de energia já registrado…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também