Aneel entra no impasse sobre vazão de Belo Monte

Em ofício ao Ibama, Aneel afirma que alteração impacta diretamente operação dos reservatórios das demais hidrelétricas e pode custar R$ 1,3 bi a consumidores

A Aneel enviou na quarta-feira (27/1) ofício ao Ibama alertando sobre os impactos da decisão do órgão ambiental de alterar a vazão da usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu. O documento, assinado pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone, alerta que o impacto da medida nos dois primeiros meses de 2021 para os consumidores…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também