Barry Callebaut recebe geradora de vapor à biomassa da EDP

Central utilizará resíduos de cacau em caldeira principal; unidade terá caldeira reserva, a gás; investimento de R$ 15,5 milhões foi totalmente custeado pela EDP

A fabricante de cacau e chocolate Barry Callebaut vai utilizar para geração de vapor a biomassa resultante da casca do cacau como principal combustível em sua unidade produtiva em Itabuna, na Bahia. A central térmica terá ainda uma caldeira reserva movida a gás natural. O vapor gerado pela unidade será destinado para o aquecimento necessário…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também