Aneel aprova retroatividade de GSF e acerto pode ficar mais caro e demorado

Decisão pode elevar compensação em 25% e cálculo pode demorar semanas ou meses

Na sua 10ª reunião pública, realizada no último dia 30/03, a diretoria colegiada da Aneel aprovou, por três votos a dois, parecer do diretor relator Efraim Cruz que altera inclui os anos de 2012, 2013 e 2014 entre os elegíveis para as compensações decorrentes do GSF previstas na Lei nº 14.052/2020 também para aquelas usinas…

Se já for assinante, faça seu login

Entrar
Ou
Nosso conteúdo é exclusivo para assinantes, mas
você pode se cadastrar para continuar lendo

e ainda ter acesso a 3 matérias por mês. (apenas para não assinantes)

Cadastre-se aqui


Ou

O assinante da Brasil Energia tem acesso ilimitado a conteúdo exclusivo sobre todo o setor energético
elaborado por jornalistas qualificados e a análises de especialistas do mercado.
Apoie o jornalismo especializado e faça a sua assinatura por menos de R$ 2,70 por dia.

Assine
Leia também